Arquivos da Tag: sociedade hiperbólica

Lipovetsky na USP

Não conseguirei atualizar tudo hoje. Anyway: a palestra foi excelente. Tirando as mais de 300 pessoas que ficaram do lado de fora, Lipovetsky é sempre um show. O filósofo reiterou que vivemos um presente exarcebado e ainda com as preocupações do futuro. Disse que a modernidade não está morta, como acreditam muitos teóricos, mas sim, potencializada, o que configura a hipermodernidade de que ele tanto fala. Somos a sociedade do extremo e nossa vida cotidiana virou produto de uma modernização desenfreada.

Para ele, a revolução moderna é tão radical que criou um movimento contra essa modernização radical. Na sociedade hipermoderna ou você é competitivo ou desaparece. E, relembra: na sociedade moderna o homem ainda era a parte central de tudo; na hipermoderna, a economia e o consumo ditam as regras. É necessário “inovar sem parar”. Lipovetsky falou também numa sociedade “hiperbólica”, a sociedade do mercado triunfante, caracterizada por três eixos fundamentais: mercado; eficácia tecno-científica e democracia liberal individual. O mercado está em toda parte, sentenciou.

Tags , , , , , ,