Arquivos da Tag: ciência política

Chamada AMECIP em agosto de 2016

Congresso em Monterrey,  no México, de 3 a 6 de agosto de 2016, com 18 eixos temáticos. Os trabalhos serão aceitos até 30 de março.

 

Convocatoria

La democracia y los derechos humanos son el binomio que caracteriza a la modernidad política. La capacidad del Estado para maximizar la participación popular y el grado de protección a los derechos son, precisamente, los parámetros para evaluar la legitimidad estatal.

El sistema de representación política, no obstante, está en crisis, pues ha perdido eficacia y se ha ganado la desconfianza ciudadana. De acuerdo con el informe del Latinobarómetro 2015 cerca de un tercio de la población no está satisfecha, a pesar que apoyan a la democracia. Los sistemas políticos de la actualidad deben operar en contextos complejos: sociedades plurales y altamente tecnológicas en una economía global. Si a lo anterior se suma la desigualdad en la distribución de la riqueza, la insatisfacción con la democracia, la corrupción, el crimen organizado, la hegemonía de los medios de comunicación y la ineficacia hacia la protección de los derechos humanos, el reto para lograr la estabilidad es aún mayor. El camino para evitar el desgaste del sistema político debe, sin duda, tomar en cuenta todos estos factores para tener éxito.

 

 

Tags , , , ,

Chamada: Partidos políticos, crise e democracia

Minha amiga Merilyn Escobar, doutoranda da PUC, que está pesquisando a reforma política, será a debatedora do GT Partidos Políticos, crise e democracia do seminário “São Paulo: a cidade e os seus desafios”. A coordenação da mesa fica por conta da Profª Drª Roseli Aparecida Martins Coelho (FESPSP). Mandem os trabalhos!!!! Com certeza será um baita evento!

(Mais informações sobre o Seminário “São Paulo: a cidade e os seus desafios“.)

Ementa: Os partidos constituem o sistema nervoso central do corpo político de todos os países democráticos. No entanto, diversos autores têm apontado o desgaste dos partidos e até mesmo da democracia representativa, a qual estaria ameaçada pela deterioração dos partidos políticos. As razões para a perda de credibilidade dos partidos são conhecidas pelos cientistas sociais há várias décadas. Além da crescente importância do poder econômico nas disputas eleitorais e mesmo na vida partidária, a burocratização, a perda de identidade política original e o excesso de pragmatismo estão presentes em todos os sistemas partidários da atualidade. Evidentemente, a crise que atinge os partidos políticos é agravada pelos desenhos institucionais obsoletos, pois à medida em que a democracia de massa se torna mais densa — como no caso da poliarquia brasileira, com milhões de eleitores incorporados a cada década — crescem os déficits de representação política. E, ao mesmo tempo, tornam-se mais questionáveis as atuações dos partidos dentro dos parlamentos, seja como base de apoio do executivo, seja como força da oposição.

Além da crise atual, questões que relacionam inserção social, preferência partidária e decisão de voto permanecem como indagações a serem exploradas em cada processo eleitoral. À Ciência Política cabe percorrer as etapas desse processo, e responder as dúvidas sobre a viabilidade e o futuro da democracia política.

Tags , , , , , ,

POLITICOM

Está aberta a chamada de trabalhos para o XIII Congresso Brasileiro de Comunicação e Marketing Político (POLITICOM), com o tema “Mobilizações, Eleições e Democracia”. O evento ocorrerá entre os dias 05 e 07 de novembro, na Universidade de São Paulo. Para mais informações acessem o site do evento.

Os GTs são:

Grupos de Trabalho – XIII POLITICOM 


GT 1 – Propaganda Política e Ideológica
Envolve estudos relacionados ao conceito ideológico no universo político: forma de construção, características de um processo de ideologia no contexto público e análises históricas desse fenômeno. Acolhe artigos que articulem reflexões teóricas, aplicações, planejamento e ações da publicidade e propaganda no ambiente político, nos mais diferentes meios de comunicação (impressos e eletrônicos).Inclui análises, também, dos possíveis impactos da comunicação digital na esfera política.

GT 2 – Marketing Político e Eleitoral
Contempla artigos que versem sobre conceitos, ações e estratégicas mercadológicas aplicadas ao ambiente político e em períodos eleitorais. Aplicações baseadas nos princípios de marketing que contribuíram para resultados positivos ou negativos em um cenário de competitividade política. É responsável pela parte de planejamento de campanhas eleitorais, portanto aceita relatos e estudos de caso de estratégias eleitorais, desde a utilização dos meios convencionais de mídia até a recorrência às tecnologias digitais, como a internet e as redes sociais.

GT 3 – Jornalismo Político e Eleitoral
Estudos que se relacionam com o olhar jornalístico no contexto da comunicação política, bem como suas aplicações nos mais diversos meios de comunicação (impressos ou eletrônicos), em períodos eleitorais e pós-eleitorais. Observações e análises de conteúdo jornalístico, envolvimento com a mídia, ética jornalística no cenário político.

GT 4 – Imagem, Opinião Pública e Democracia
Aborda artigos que transitem no campo de estudo do contexto democrático e relação com a comunicação política, como também influência da Opinião Pública na construção ou (des) construção de imagem pública e identidade política. Envolve relatos e casos de sucesso ou ausência de relacionamentos com canais midiáticos. Acolhe artigos que discutem a Opinião Pública a partir de técnicas de apuração mais sistematizadas como as pesquisas até a forma difusa como se manifesta nos meios digitais. 

GT 5 – Comunicação Política, Pós-eleitoral e Governamental
Acolhe estudos que analisam ações e planejamentos comunicacionais em governos nas diferentes esferas de poder. Importância das práticas pós-eleitorais para fortalecimento da imagem pública e estratégias de uso da comunicação para melhoria e sustentabilidade de um governo com sua população, através das mídias tradicionais e das novas mídias digitais. Estudos sobre os fundamentos, características e perspectivas da comunicação política no Brasil são envolvidos no GT.

GT 6 – Pesquisas no âmbito da graduação
Recebe artigos científicos desenvolvidos por alunos de graduação dos diversos campos que compõe a Comunicação Social e que abordem os mais variados assuntos relacionados às temáticas da Comunicação Política, Democracia, Publicidade e Marketing Eleitoral.

Tags , , , , , , , ,

Chamada para revista da UFPR

 Revista Eletrônica de Ciência Política, do PPGCP/UFPR (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, da Universidade Federal do Paraná), abriu chamada de artigos, até 1º de outubro, para a edição a ser lançada em dezembro.

 

A Revista é composta por três seções.

1) Dossiê temático, que nesta edição terá como assunto “Estado e Políticas Públicas”.

2) Seção livre, cuja temática do artigo pode abordar qualquer área de estudo da Ciência Política (tais como Comunicação Política & Opinião Pública; Relações Internacionais; Estudo de Elites; Instituições; etc).

3) Notas metodológicas, seção esta destinada à discussão de técnicas, métodos e caminhos de pesquisa.

 

O edital pode ser acessado diretamente no link que segue:http://www.revistacienciapolitica.ufpr.br/Edital012013.pdf

 

Segue link para a página da Revista no portal da UFPR : www.ser.ufpr.br/politica

Tags , , , ,