Bruno Latour faz palestra em SP

O filósofo francês Bruno Latour faz palestra gratuita nessa quinta-feira ( 9 ) no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Bruno é autor do livro Jamais fomos modernos. O ponto de partida do livro é que o mundo contemporâneo não mais pode ser apropriado de maneira fragmentária, pois os problemas do cotidiano são apresentados de maneira “híbrida”.

Bruno Latour

 

 

Latour  percebe ser necessário estabelecer uma síntese teórica que possibilite analisar a realidade de maneira simultaneamente científica, sociológica e por meio da teoria da linguagem. Ainda para o autor, nenhuma teoria hoje é capaz de estabelecer uma unidade de pensamento que vislumbre os problemas cotidianos e que possa elucidar o futuro. Latour fala que perdemos a confiança em nós mesmos.

“Os fatos científicos são construídos, mas não podem ser reduzidos ao social porque ele está povoado por objetos mobilizados para construí-lo. O agente desta construção provém de um conjunto de práticas que a noção de desconstrução capta da pior maneira possível.” (p.12)

Assim, para Latour, somos incapazes de oferecer uma síntese teórica que abra horizontes para o nascimento de uma nova utopia. Para ele a modernidade diz respeito a dois conjuntos de práticas que, para permanecerem eficazes, devem permanecer distintas, mas que recentemente deixaram de ser assim: um conjunto de práticas que cria “híbridos”, ou seja, misturas de natureza e cultura e um outro conjunto, de natureza crítica ou analítica – “purificação”, na linguagem do autor – que cria duas zonas ontológicas distintas: a dos humanos e a dos não-humanos.

Tags , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *