Chamada de trabalhos – Revista ALAIC

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NO N. 26 

JANEIRO/JUNHO DE 2017 

Data-limite de envio dos textos: 30.03.2017 

 

Dossiê temático desta edição 

COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO 

A naturalização da presença de aparatos tecnológicos nas mais diversas atividades é uma das características da sociedade contemporânea. O desenvolvimento tecnológico, sob o prisma do senso comum, é associado aos conceitos de modernidade e desenvolvimento, mascarando, por vezes, as complexas relações que se estabelecem a partir de determinado modelo tecnológico, bem como seus impactos na economia, na cultura, na educação e no desenvolvimento de uma sociedade. Nesse contexto, cabe ao meio acadêmico assumir a reflexão sobre os efeitos da tecnologia na sociedade.

Este dossiê pretende apresentar o estado da arte dos estudos na área de Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento que se configuram no cenário da pesquisa acadêmica latino-americana e só podem ser pensados sob o prisma interdisciplinar.

O enfoque na comunicação se justifica pelo papel que a mídia desempenha nos processos sociais, fato que ficou ainda mais evidente com a tecnologia digital. O foco na educação é sustentado na incorporação de novas tecnologias nos processos educacionais, tanto presenciais como a distância, bem como na formação de um contexto no qual os educandos e educadores possuem amplo acesso à informação por meio das mídias. A tecnologia é o elo que fomenta a discussão proposta neste dossiê. Por fim, o desenvolvimento resulta do modo como uma sociedade lida com os processos, entre eles a produção e o uso de tecnologias, norteada pelo pensamento de qual sociedade ela quer ser.

Convidamos os estudiosos do tema “Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimentoa nos enviarem artigos científicos inéditos, estudos e resenhas que tenham relação com o tema, até o dia 30 de março de 2017.

Também acolheremos, para a seção de Artigos Livres e a seção de Estudos, artigos de ciências da comunicação que não se encaixam especificamente na temática do dossiê.

 

Assuntos recomendados para este dossiê 

• Perspectivas metodológicas na área de Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento.

• Desafios teóricos da área de Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento.

• Experiências e casos da área de Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento.

• Especificidades da literatura científica no Brasil e no mundo em Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento.

• Políticas públicas para a área de Comunicação, Educação, Tecnologia e Desenvolvimento.

Diretrizes para os autores 

• Os textos devem seguir as normas da Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación.

Acessar: http://www.alaic.org/revistaalaic/index.php/alaic/about/submissions#authorGuidelines

• As submissões devem ser feitas pelo site http://www.alaic.org/revistaalaic/index.php/alaic/index

Coordenadoras do dossiê 

Paula Morabes (UNLP, Argentina) – pmorabes@gmail.com

Luz María Garay (UPN, México) – mgaray90@hotmail.com

Monica Franchi Carniello (UNITAU, Brasil) – monicafcarniello@gmail.com

Tags , , , , , ,

Chamada COMPOLITICA 2017

Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul  promovem a sétima edição do Congresso da Compolítica, de 10 a 12 de maio, na FABICO – Faculdade de Biblioteconomia e  Comunicação, em Porto Alegre.  A coordenação do evento está sendo desenvolvida por estudantes e docentes desta faculdade, especialmente do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação.

Diante da tensa conjuntura atual, de tantas questões e perplexidades políticas, sociais e midiáticas  na atual conjuntura nacional, o 7º. COMPOLÍTICA tem como tema Democracia em crise? Mídia, opinião pública e instituições do Brasil contemporâneo. A programação do Congresso abrange conferência de abertura, mesas de debates, premiação de melhores teses e dissertações, lançamento de livros, atividades culturais e 9 grupos de trabalho.

Informações completas no site www.ufrgs.br/compolitica2017 (breve)

Fernando Lattman-Weltman, presidente da Compolítica

Maria Helena Weber, Coordenadora do 7º.Compolítica

 

CALENDÁRIO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

ATÉ 11 DE MARÇO DE 2017 – Envio dos resumos expandidos

ATÉ 25 DE MARÇO DE 2017 – Divulgação dos resumos selecionados

ATÉ 30 DE ABRIL DE 2017 – Envio do trabalho completo.

 

Tags , , , ,

O Observatório de Economia e Comunicação da Universidade Federal de Sergipe (OBSCOM/UFS) divulgou a programação do XV Seminário OBSCOM/CEPOS, que ocorrerá na UFS em 19 e 20 de abril e continua com a chamada aberta de trabalhos até o dia 30 de janeiro. O evento conta com o apoio do capítulo Brasil da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (ULEPICC-Br).

Mais informações em: http://eptic.com.br/programacao-xv-obscomcepos/

 

Chamada aberta e programação do Seminário OBSCOM/CEPOS

Tags , ,

Qual a cena mais marcante do cinema?

Mudando um pouco de assunto…sou aficcionada por filmes. Quando conheci o Pablo, uma das primeiras coisas que falei para ele foi: “tu sabes qual a cena mais bonita do cinema?” Ele ficou me olhando sem entender muito bem, mas eu precisava falar sobre Tarantino. Não o Tarantino de Hateful eight (sorry, eu tentei!), mas o velho Tarantino.

Então resolvi listar as cenas de filmes que mais me marcaram. Obviamente não são as esteticamente mais bonitas (exceto por Kill Bill, que eu amo mais que tudo), mas são cenas que, aliadas aos diálogos..são as minhas preferidas.  Ps: adoro uma listinha!

1- Oren-Ishii e The Bride na neve (aliás, Oren-Ishii é o nome da minha bike de triathlon)

Quando começa a tocar Dont let me be misunderstood, meu coração chega a parar.

 

captura-de-tela-2017-01-25-as-17-30-36

 

 

2- O Senhor dos Anéis – Aragorn como rei da Terra Média

Sim, eu choro toda vez que Aragorn diz que os hobbits não precisam se ajoelhar diante dele. Aragorn vai ser o nome do meu próximo cachorrinho.

captura-de-tela-2017-01-25-as-17-32-04

 

 

3- Fight Club – Tyler Speech
“Fomos todos criados pela televisão acreditando que um dia seríamos milionários e astros do cinema ou do rock. Mas não vamos ser. Lentamente aprendemos isso. E estamos muito, muito putos”.

Só entreguem o Oscar, vai! Muito amor por essa cena.

 

captura-de-tela-2017-01-25-as-17-33-08

4- 500 days of Summer

Como não ser louca por esse “não casal”? Essa não é uma história de amor.

captura-de-tela-2017-01-25-as-17-34-13

 

5-Zed is dead.

Acho que falo essa frase todos os dias da minha vida, sem exagero. Zed is fucking dead!

captura-de-tela-2017-01-25-as-17-35-04

Tags , , , , , , ,

Chamadas de resumos 2017

O que: II Simpósio Internacional Comunicação e Cultura: Memória e História Oral
Onde: México
Quando: 24-26 de abril/2017
Site: http://simposiocomunicaca.wixsite.com/problemasydesafios
Envio de resumo: fecha em 16 de janeiro/2017

—–

O que: 9º Congreso Latinoamericano de Ciencia Política
Onde: Uruguay
Quando: 26-28 de julho/2017
Site: http://www.pt.congresoalacip2017.org/site/capa
Envio de resumo: fecha em 13 de janeiro/2017

—–

O que: XV Congreso da Asociación de Historiadores de la Comunicación
Onde: Porto, PT
Quando: 14 e 15 de setembro/2017.
Site: https://xvcongressoahc2017.up.pt/
Envio de resumo: 31 de janeiro/2017

——

O que: VIII Pró-Pesq PP – Encontro Nacional de Pesquisadores em Publicidade e Propaganda
Quando: 25 e 26 de maio/2017
Onde: Recife
Site: http://www.abp2.org/
Envio de texto completo: 03 de abril/2017

——

O que: 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo
Quando: 29jun a 01jul/2017
Onde: São Paulo
Site: http://abraji.org.br/?id=90&id_noticia=3671

——

O que: II Congresso Internacional de Interdisciplinaridade em Ciências Sociais e Humanas
Quando: 11 e 12 de maio/2017
Onde: Faro, PT
Site: http://cieo15.wixsite.com/interdiscip2017/submissions
Envio de resumo: 31 de janeiro/2017

——

O que: 13º Congresso Mundos de Mulheres (MM) e Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 (FG)
Quando: 30/jul a 04/ago/2017
Onde: Florianópolis
Site: http://www.wwc2017.eventos.dype.com.br/site/capa
Envio de resumo: 13 de fevereiro/2017

——

O que: International Association for Media and Communication Research – IAMCR 2017
Quando: 16 a 20 de julho/2017
Onde: Cartagena, CO
Site: http://iamcr-ocs.org/index.php/2017/2017
Envio de trabalhos: 09 de fevereiro/2017

CPI: Comunicação, Política e Imagem

captura-de-tela-2016-12-17-as-18-33-09

Fazia tempo que eu queria publicar essa coletânea. Mas nunca sobrava “tempo”. Doutorado, congressos, artigos..me perdi. Mas depois da minha defesa enfiei na cabeça que esse livro sairia em 2016. Não queria entrar 2017 com nada pendente. Pois aqui está: uma coletânea de textos meus e do Edson Rossi sobre Comunicação, Política e Imagem: CPI. Esse trabalho JAMAIS teria saído do mundo das ideias se não fosse a MEGA Simonetta Persichetti, o MEGA professor Claudio Novaes Pinto Coelho e o meu Pablo. Espero que gostem.

Tags , , , ,

Golpe de 64 e a crise de 2015: o que pensam os intelectuais brasileiros?

Está disponível na Amazon o meu trabalho e da Vivian Paixão sobre o Golpe de 1964 e a crise que culminou com o impeachment da presidente Dilma.

captura-de-tela-2016-12-17-as-10-43-48

Selecionamos os principais nomes de 64, os pensadores de 2015, e percebemos que a maioria ainda estava na ativa. Foi então que resolvemos tentar contato com esses pensadores. E, foi aí que contamos com uma rede de amigos que não podemos deixar de mencionar: Moacyr Lopes Junior, fotógrafo da Folha de S. Paulo, Rosane de Oliveira, editora de política do jornal Zero Hora, Maristela Unfer, editora da Sulina, Luciano Martins, jornalista e Carina Fernandes, professora da prefeitura de São Paulo. Sem essas pessoas, esse trabalho não teria passado de meros devaneios.

Fomos duas vezes ao Rio de Janeiro. Uma para entrevistar Carlos Heitor Cony, outra para entrevistar Ferreira Gullar. Fomos a Porto Alegre para conversar com Juremir Machado da Silva, autor do Golpe Civil Midiático Militar. Conversamos pelo Skype com Alberto Dines e fomos ao encontro do Frei Betto em São Paulo.

Foi um período de intensa pesquisa, de descobertas e muita empolgação. Mergulhamos nesse trabalho. O livro está no formato das entrevistas. Achamos que seria melhor preservarmos cada palavra. Não temos nenhuma pretensão fantástica com esse trabalho. Queremos, sim, contribuir para as pesquisas sobre o golpe de 64 e sobre a crise de 2015, que desencadeou no impeachment de uma presidente. Acreditamos que nossas conversas podem ajudar interessados e pesquisadores a entender quem são os intelectuais que pensam as crises brasileiras.

 

Tags , , , , ,

UOL perde a noção

Orientanda que fui da Simonetta, me chamou a atenção uma matéria no UOL: “A tragédia de um país resumida em uma foto”. Logo comecei a pensar no que a Susie Linfield fala sobre as fotografias terem de ser encaradas de frente (tem uma publicação minha sobre isso: aqui). Para a autora, algumas fotografias precisam se tornar públicas para que as pessoas tomem conhecimento das realidades horríveis escondidas. E, aí retiro uma parte do meu texto sobre The Cruel Radiance, devidamente orientado pela Simonetta (Persichetti):

 

“Linfield diz que as pessoas muitas vezes falam sobre o horror da guerra, e sobre a necessidade de construção de uma política de direitos humanos, em termos extremamente abstratos, mas esquecem que há a necessidade do engajamento e questionamento sobre o que a guerra realmente faz com as pessoas, o que é que a opressão política, o sofrimento e a derrota fazem. Fotografias, mais do que qualquer outra forma de arte ou qualquer jornalismo, oferecem uma conexão imediata, visceralmente emocional para o mundo.”

Mas o que eu não esperava na matéria do UOL era o total descuido ao final da matéria. Ao mesmo tempo que essa imagem choca:

 

Fonte: reuters

Fonte: reuters

 

O UOL coloca essa matéria patrocinada logo abaixo:

Fonte: UOL 31 out 16

Fonte: UOL 31 out 16

Numa total falta de bom senso, de leitura cuidadosa, de tato e de bom jornalismo, sim, o UOL coloca um link patrocinado sobre como perder peso. As imagens de guerra precisam ser encaradas de frente. E, o que está acontecendo com o nosso jornalismo TAMBÉM. Inadmissível. Se o fotógrafo da Reuters teve todo o cuidado ao fazer essa imagem, que pena que nossos colegas jornalistas brasileiros não tiveram o mesmo tato na hora de informar.

Tags , , , , , , ,